Mitos sobre saúde bucal que você sempre acreditou



Quem não sonha em ter o sorriso bonito, não é mesmo? Afinal, o sorriso é nosso cartão de visitas, ele melhora nossa autoestima e gera confiança. Com o sonho de um sorriso perfeito é muito provável que você já tenha ouvido algumas dicas de como manter o seu sorriso mais branco e bonito. Mas em se tratando da sua saúde melhor ter cuidado com as fakedicas e procurar quem entende do assunto. Vamos aprender a desconstruir alguns mitos?


Reunimos os principais mitos sobre a saúde bucal:


1. Bicarbonato de sódio ajuda a clarear os dentes


Quem nunca ouviu esse mito? Essa solução caseira é uma das mais propagadas mas, por favor, nunca utilize esse método de clareamento dental. O bicarbonato de sódio é muito abrasivo e seu uso inadequado provoca desgaste no esmalte dos dentes. O único com permissão para utilizar o bicarbonato de sódio na limpeza da superfície dos dentes é o dentista, que o usa de maneira controlada e partindo de conhecimentos técnicos.


2. O dente siso sempre deve ser extraído


Os sisos causam problemas na mastigação, geram incômodo e dor, mas nem sempre precisam ser retirados. Às vezes, eles nem chegam a nascer, e para esses casos a extração apresentaria mais problemas do que soluções, não é mesmo?

Para melhor avaliação da necessidade de extração, é aconselhado um acompanhamento com um profissional especializado.


3. Chiclete sem açúcar é bom contra as cáries


Se alguém indicar para você chiclete como solução para cárie não acredite, por favor! O chiclete sem açúcar não causa cáries, mas não é nem de longe uma solução para elas.

As cáries causam dor e até mesmo perda dos dentes e surgem a partir da higienização precária. Apenas o profissional especializado pode indicar a melhor forma de tratamento e aconselhar sobre a maneira correta de higienização dos dentes.


4. Enxaguantes bucais podem substituir a escovação


Errado! Os enxaguantes bucais servem apenas para complementar a escovação, por atingir locais onde a escova não consegue, ajudando no processo de higienização. Contudo, nada substitui a escovação e o uso do fio dental, esses são os métodos mais eficientes para uma boa saúde bucal.


5. Escova com cerdas mais dura limpa melhor


Escovas com cerdas mais dura não são recomendadas e não limpam melhor, pode tirar isso da cabeça. As mais indicadas são escovas de cabeça pequena com cerdas macias ou ultramacias.

A escova deve massagear a gengiva, sem aplicação de força. O uso da força na escovação leva à retração da gengiva e desgasta o esmalte dos dentes.


6. Quanto maior a quantidade de creme dental, melhor a higiene bucal


A quantidade necessária para a limpeza dos dentes é aquela que ocupa o sentido transversal da escova em sua totalidade. O uso exagerado não tem relação com uma boa saúde bucal, e na verdade é uma forma de desperdício.


Para cuidar da saúde bucal é importante ficar atento aos mitos espalhados por aí. O ideal é contar com o auxílio de um profissional habilitado, e a contratação de um plano odontológico e sua utilização te possibilita contar com bons dentistas, sendo altamente recomendado para garantir visitas periódicas que ajudam na saúde dos seus dentes.


0 visualização